ABRAPALMA

Área de atuação

As empresas associadas à Abrapalma desenvolvem suas atividades no estado do Pará. A produção concentra-se nos seguintes municípios: Abaetetuba, Acará, Aurora do Pará, Barcarena, Benevides, Bujaru, Capitão Poço, Castanhal, Concórdia do Pará, Irituia, Igarapé-Açu, Igarapé-Miri, Moju, Mãe do Rio, Santa Bárbara, São Domingos do Capim, São Miguel do Guamá, Santo Antônio do Tauá, Santa Izabel do Pará, São Francisco do Pará, Tailândia, Terra Alta e Tomé Açu.

Conheça aqui em detalhes os dados do IBGE de cada município produtor da palma de óleo no Pará.

Como atuamos

O marco legal que orienta a produção da palma de óleo no Brasil é o Zoneamento Agroecológico (ZAE) do Óleo de Palma. O documento foi produzido pela Embrapa em 2010 a partir do esforço conjunto de um grupo de renomados cientistas e especialistas e regulamentado pelo Decreto Federal No. 7.172/2010. Como instrumento legal, o ZAE da Palma detalha as áreas aptas e indica regiões prioritárias para o cultivo entre aquelas que já foram antropizadas e degradadas.

Conheça o documento na íntegra.

Um estudo de caso

Em 2012, a empresa Diagonal concluiu um estudo socioambiental para tentar obter uma ‘fotografia’ de nove municípios que estão sob influência de sua atuação. O objetivo foi obter dados sobre a saúde, educação, segurança, economia e aspectos culturais a fim de que a empresa pudesse se posicionar melhor quanto às políticas municipais e estaduais necessárias para o desenvolvimento das comunidades.

Conforme o estudo, as atuais intervenções no território devem avançar no diálogo consistente e sistemático com as populações locais, buscando empoderá-las como atores sociais e econômicos.

AMPLIE SUA VISÃO: Cadeia do Óleo da Palma – Modelo Sustentável